I made this widget at MyFlashFetish.com.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Artigo

Abstração - uso criativo da fotografia
Ao contrário do que muitos dizem, a fotografia não se presta apenas á registros “técnicos” do real. A câmera fotográfica não serve apenas para registrar eventos, pessoas e paisagens de maneira documental, com o objetivo de explicar, de mostrar e esclarecer. Também não devemos ver a fotografia apenas como complemento de textos.
A fotografia também pode ser mais abstrata e produzir imagens de valor gráfico e não iconográfico, ou seja, produzir texturas que não necessariamente tem valor representativo, não passam nenhuma informação diretamente, apenas uma mensagem de cores e formas indefinidas. Não é preciso um texto, a fotografia pode falar por si mesma, uma palavra, como “velocidade”, ou mais ainda. Não dizem que “uma imagem vale mil palavras”?
A imagem abaixo é um exemplo. Apesar de que alguém que more em São Paulo ou outra cidade metropolitana talvez reconheça a imagem. Trata-se do Metrô passando. Mas acima de tudo é uma imagem que representa a velocidade e pode ser usada para diversos fins. Trata-se de uma textura, de um elemento gráfico.




O uso criativo da fotografia nos permite facilmente criar imagens que podem nos auxiliar, por exemplo, quando precisarmos de ilustrações ou texturas para fazer catálogos, sites, folders, cartazes, etc...
Já esta outra imagem, que claramente se trata de água, foi tirada do pára-brisa de um carro, de dentro para fora, em um dia de chuva. Mas ela fala por si só. Fala de molhado, de água, de frio talvez. Transmite uma certa melancolia, tristeza, escuridão. Não é uma imagem feliz




Enfim, devemos ficar atentos ás propriedades abstrativas da fotografia e assim poder usá-la com mais criatividade. Brincar com a luz e com as formas, procurar ângulos inusitados, esse é o exercício que devemos fazer.
Yuri Bittar
Designer / Fotógrafo / Historiador


Notícias



"Crepúsculo em Maceió" de Gonzaga Soares da Silva foi a premiada da 1ª edição

Com o intuito de retratar as diferentes realidades portuárias existentes no Brasil, o site PortoGente realiza a segunda edição do concurso de fotografia digital “O porto que eu amo”. Assim como aconteceu em 2008, a iniciativa reunirá imagens de todo o País clicadas por fotógrafos amadores, profissionais e por apaixonados pela atividade. A promoção é aberta para interessados de todas as regiões brasileiras. Cada participante poderá inscrever, no máximo, duas imagens distintas.
O dono do melhor clique irá faturar uma câmera digital Sony CyberShot DSC-H10.
As inscrições devem ser feitas até o dia 22 de maio.

http://www.portogente.com.br/texto.php?cod=21028

Fonte:http://www.foto.art.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO:
Todas as fotografias presentes neste bloque são da autoria de Cris Vieira e estão protegidas por lei.
A utilização das mesmas sem autorização, estará sujeita a processo crime nos termos legais, ao abrigo do Código dos Direitos de Autor.